terça-feira, 20 de novembro de 2018

Braga eleita a terceira cidade da Europa com melhor qualidade de vida



A cidade de Braga é uma das mais jovens e dinâmicas de Portugal, com 46% de população jovem, e uma das mais jovens de toda a Europa, apesar de ser a mais antiga cidade portuguesa, com mais de dois mil anos. Com um ensino superior de qualidade e um preço de habitação mais barato do que as grandes capitais, tem uma dimensão média, 183 km2, factores que contribuem para a qualidade de vida que oferece. Braga é também uma das cidades cristãs mais antigas do mundo, conhecida como a cidade dos arcebispos. Conta hoje com cerca de 192 mil habitantes.

História


Fundada pelos romanos no ano 16 a.C., foi denominada “Bracara Augusta” em honra do imperador César Augusto. Foi capital da Galécia, de onde irradiavam 5 Vias Romanas, com um vasto território que ia desde o norte do Douro até ao Cantábrico. Depois de uma série de conquistas e reconquistas e ocupações por vários povos, o rei de Leão, D. Afonso VI, doou-a como dote a sua filha D. Teresa (mãe de D. Afonso Henriques, fundador da nacionalidade), quando esta casou com o Conde D. Henrique de Borgonha.


Geografia


O distrito de Braga pertence à província do Minho. Limita a norte com o Distrito de Viana do Castelo e com Espanha, a leste com o Distrito de Vila Real, a sul com o Distrito do Porto e a oeste com o oceano Atlântico. A área é de 2.673 km².
As verdejantes paisagens naturais, as margens dos Rios Cávado e Este, os jardins e os espaços verdes de Braga, são cada vez mais uma marca que distingue a cidade e o concelho.
O espaço contribui para a saúde e bem-estar dos bracarenses, elevando a sua qualidade de vida, contribuindo também para atrair novos residentes.
A urbe, cita a sensivelmente 60 km do Porto e 15 de Guimarães, situa-se num eixo rodoviário de grande importância, tendo por isso atingido um grande desenvolvimento económico, social e cultural.



Emprego e Inovação


Braga tem conhecido expansão e internacionalização em setores com tradição na região, nomeadamente no ramo Automóvel, Metalurgia, Metalomecânica, Construção e Engenharia, Turismo e Comércio.
A inovação tem também feito crescer novas áreas produtivas, como Tecnologias da Informação, Eletrónica ou Saúde, influenciadas por alguns bons centros de conhecimento que a cidade tem, nomeadamente o dinâmica e reconhecida Universidade do Minho.


Uma APP para integrar estrangeiros e turistas


Braga já tem uma aplicação móvel que responde a questões como “a que serviços públicos devo ir?”, “onde ficam?”, “que documentos preciso?” para que o utilizador saiba sempre o que tem de fazer em termos burocráticos ou legais. A Braga Integra (ou Braga Incoming) é uma aplicação que disponibiliza informações sobre serviços de saúde, instituições de ensino, património, transportes públicos, notícias, eventos, entre outros. Está disponível em cinco línguas (Português, Inglês, Francês, Espanhol e Ucraniano).


Vida Turística


O distrito e a cidade têm muito a oferecer e para conhecer em várias dimensões, do turismo de natureza, passando pelo património histórico ou oferta cultural e de animação.
Nomeamos apenas alguns dos pontos imperdíveis para uma primeira aproximação a esta cidade que, nos últimos anos, foi várias vezes considerada oficialmente ‘a melhor do país para viver’. Foi também eleita Cidade Criativa pela Unesco, na categoria Media Arts e, já em 2018, Cidade Europeia do Desporto.
Tem mais de 3 dezenas de igrejas, está a 20 minutos da praia, próxima do Gerês e conta com monumentos, museus, teatros e auditórios de destaque.
Idealmente, como sempre que chega a um lugar novo, deve começar pelo posto de turismo, na Avenida da Liberdade. Depois é conhecer a cidade, sem esquecer as maiores atracções.


Arco da Porta Nova
O Arco da Porta Nova, uma construção de 1773 que marca uma das entradas dos muros da cidade – a denominação nova surge porque substitui uma porta mais antiga, do período medieval.


Praça da República
A Praça da República, apelidada de Arcada, é a principal praça da cidade. É repleta de bares, restaurantes e cafés. Nas traseiras, encontra-se a Torre de Menagem do antigo Castelo Medieval.



Construída a partir de um templo romano, a Catedral foi convertida em templo cristão nos séculos IV e V. Mistura traços da arquitetura românica e barroca e é um dos monumentos católicos mais antigos de Portugal. A construção data do ano de 1070.


Bom Jesus do Monte
O Santuário do Bom Jesus do Monte, no alto de uma colina, é a mais visitada atracção da cidade. Diariamente recebe fiéis e turistas que sobem a sua escadaria com mais de 600 degrau em estilo barroco, sendo o segundo ponto de turismo religioso mais visitado de Portugal, atrás apenas do santuário de Fátima. Subir 670 degraus dá acesso a uma igreja neoclássica.


Jardim e Museu dos Biscainhos
A incidir nas artes decorativas do período que vai entre o século dezassete e meados do século dezanove, o museu é imperdível. A entrada nos jardins, que são fechados por muro, é gratuita.


Termas Romanas de Maximinos
As termas romanas de Maximinos, também chamadas de Alto da Cividade, foram descobertas em 1977, através de escavações arqueológicas. São monumento nacional.


Mosteiro de Tibães
O Mosteiro de São Martinho de Tibães, fica na freguesia de Mire de Tibães. O mosteiro é formado pela Igreja e o Cruzeiro. Fundado no século XI, o mosteiro foi mandado edificar por Paio Guterres da Silva e ocupado pela congregação Beneditina. O estado português readquiriu-o em 1986.


Theatro Circo
É o principal teatro da cidade, com uma programação variada e actual e respeitada no meio artístico. Edificado em 1914 é considerado um dos mais belos teatros portugueses. Em 1999 teve obras de restauro e reabriu em 2006.


GNRATION
Um espaço antigamente ocupado pela GNR é um pólo cultural muito activo desde 2012, depois da cidade ter sido capital da juventude. Atente na sua programação.


Rua Dom Paio Mendes
Conheça a Rua Dom Paio Mendes, uma das zonas de bares e animação noturna de Braga.


Gastronomia
Espreite os principais pontos de restauração, onde pode disfrutar da famosa gastronomia minhota e não só.


Se preferir fazer uma primeira aproximação mais guiada, a cidade também oferece as visitas do Yellow Bus para uma primeira abordagem.

Fonte:daqui

10 comentários:

  1. Orgulhosa de ser habitante em Braga, embora não seja a minha terra Natal, já estou em Braga à 43 anos, e tenho acompanhado a grande evolução e expanção desta cidade.

    ResponderEliminar
  2. Esta nós meus planos conhecer Braga e agora depois dessa reportagem estou querendo ir logo.

    ResponderEliminar
  3. Vou conhecer Braga. Vou passar 2 meses na Galicia.De lá vou a Braga!

    ResponderEliminar
  4. Portugal.Terra de meu avô materno...Sou Ayres Braga

    ResponderEliminar
  5. Satisfeito pir residir em Braga. A cidade é tudo isso e muito mais. Adorei a reportagem.

    ResponderEliminar
  6. Tive um namorado de Braga , pude conhecer um pouco nos vídeos que ele mostrava

    ResponderEliminar