terça-feira, 2 de julho de 2019

Cada vez mais procurada por turistas, esta é uma das capelas mais estranhas de Portugal.


Capela do Calvário ou de Santa Maria Madalena

De arquitetura arrojada, evocando o martírio de Cristo, esta pequena capela, exemplar único no nosso País é Imóvel de Interesse Público e tornou-se o símbolo de Ferreira do Alentejo.






Apeada no século XIX (1868) da rua do Calvário para a atual localização é o ex libris da vila de Ferreira do Alentejo.

Também denominada de Santa Maria Madalena ou simplesmente “igreja das pedras”, o edifício tem uma cúpula coberta por pequenas pedras graníticas que evocam a cena do apedrejamento de Cristo durante a Via Sacra ou Caminho do Calvário e igualmente o episódio da mulher adúltera, identificada com Maria Madalena.


 

Originalmente erguida na Rua do Calvário, depois Rua Luís de Camões, foi reerguida no início de uma das maiores vias da localidade, a então Rua de Lisboa, actual Avenida Gago Coutinho e Sacadura Cabral, em finais do século XIX. A Rua de Lisboa ficava assim demarcada pela capela, no seu início, e pela Igreja de Nossa Senhora da Conceição, onde terminava.

Imóvel de Interesse Público (portaria nº436/2014)




 Fotos: https://ferreiradoalentejo.pt e CM Ferreira do Alentejo



Sem comentários:

Publicar um comentário