quinta-feira, 4 de julho de 2019

A praia fluvial de Loriga, na Serra da Estrela, tem um cenário único que a torna num dos locais mais belos de Portugal.



Nomeada uma das 7 maravilhas de Portugal, é a única praia portuguesa localizada num vale onde existiu um glaciar. As águas correm no meio do vale em direção à Ribeira de Loriga e são completamente límpidas e cristalinas, com uma cor que faz lembrar as praias das caraíbas.

A praia fluvial de Loriga tem várias piscinas. Junto ao parque infantil há duas piscinas adequadas a crianças. Na parte de trás há uma passagem por uma ponte que atravessa a água e nos leva a um monte com mesas de piquenique e a uma parte mais funda da água, que tem uma vista para a ponte como se estivéssemos numa piscina de borda infinita. 



A Quercus atribuiu a esta praia o galardão de ouro devido à qualidade das suas águas. 


Como chegar a Loriga


É fácil chegar à praia fluvial de Loriga. Antes de entrar no centro de Seia verá placas de sinalização a indicar o caminho para Loriga (Estrada nacional 231). Para chegar à praia não necessita de entrar dentro da aldeia de Loriga. Siga sempre pela estrada nacional e quando começar a ver alguns carros estacionados na berma da estrada, saberá que está perto. Há um pequeno estacionamento mesmo junto à praia, mas em época alta deverá estar sempre cheio. A maior parte das pessoas estaciona na berma da estrada.

Entre Seia e Loriga: cerca de 17 km
Entre Covilhã e Loriga: 45 km
Entre Unhais da Serra e Loriga: 42 km



Fonte: http://mundoemviagem.com

Sem comentários:

Publicar um comentário